Skip links

Calça de compressão e a circulação

Muitos atletas ou praticantes de atividades físicas estão unindo o útil ao agradável, usando roupas esportivas de tecidos que proporcionam compressão. Os benefícios, segundo estudos, são as melhorias na articulação e na microcirculação do corpo. Mas o uso, principalmente para as pessoas com problemas circulatórios, deve ser orientado por angiologistas, preferencialmente membros da Sociedade de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro.

Os tecidos utilizados nas roupas compressivas em geral são dois: uma fibra rígida que propicia a troca térmica do corpo e outra feita de elastano para dar maior flexibilidade. Para ocorrer uma compressão maior é necessário composições de elastano acima de 20%. Segundo o angiologista Ricardo Brizzi, assim como nas meias elásticas, o tecido favorece o fluxo de sangue da periferia, da área superficial, para o sistema profundo, dessa forma melhorando o sistema circulatório.

“Algumas pessoas relatam bem estar e acham que a prática esportiva fica mais fácil. Mas a calça deve ser evitada em pacientes com doenças crônicas como diabetes, insuficiência renal ou arterial periférica, a não ser que tenha orientação de um especialista” alerta o médico.

É importante lembrar que a Atividade física é a grande aliada da boa circulação. A prática correta auxilia na distribuição do sangue pelo corpo, já que os maiores troncos venosos estão localizados juntos aos grupamentos musculares. A panturrilha funciona como uma “bomba muscular”, auxiliando no retorno venoso dos pés de volta para o coração. Para quem possui varizes deve obrigatoriamente passar por uma avaliação e procurar tomar alguns cuidados na escolha do esporte.

Deixe seu comentário